Telemetria LoRa

A LoRa™ é uma rede de comunicação sem fios, por meio de rádio frequência, que permite a comunicação de milhares de dispositivos alimentados a bateria, a longas distâncias e com um consumo mínimo de energia.

As mais recentes tecnologias LPWAN vêm mudar o paradigma da telemetria e comunicações M2M para transmissão de dados. Com as comunicações eficientes, de grande alcance, baixa potência, baixo volume de dados e custo reduzido, surge um mundo novo para a conectividade - a Internet das Coisas (IoT).

A tecnologia LoRa™ é uma das de maior relevo, sendo apoiada por uma aliança de 270 empresas em todo o mundo (LoRa Alliance™), que promovem a utilização, o desenvolvimento de novos produtos e a difusão desta tecnologia.

Mas como funciona a rede LoRa™?

A seguinte ilustração, com o exemplo dos contadores de água, demonstra a tipologia em "estrela" usada pela rede LoRa™, isto é, cada dispositivo da rede é conectado a um ponto central de acesso:

  

1 - "Contadores de água" (end-points): São os dispositivos que estão conectados na rede através dos módulos LoRa;

2 - Concentradores (Gateways): São os responsáveis por receber os sinais enviados pelos end-points e encaminhá-los para a internet. Um único concentrador esta apto a receber dados de milhares de dispositivos, desde que estes estejam na sua área de cobertura que pode variar até cerca de 1,5km em áreas urbanas e até 15 km em áreas rurais.

3 - Servidor de rede: Responsável por receber, armazenar e gerenciar os dados recebidos através dos concentradores.

4 - Servidores de aplicação: São responsáveis por prover o acesso aos dados para o cliente, sob a forma de aplicação/software que trate e processe os dados recebidos.

 

Os principais ganhos da tecnologia LoRa em relação a outras tecnologias são:

  • Maior alcance para cobertura de grandes áreas ou de zonas urbanas (até 1.5 kms para áreas urbanas, e 15 kms para áreas rurais em linha de vista);
  • Cobertura de milhares de dispositivos por concentrador;
  • Baixo custo de comunicações por dispositivo;
  • Longo tempo de duração das baterias;
  • Protocolo aberto, com compatibilidade total entre diferentes fabricantes;
  • Integração de todo o tipo de dispositivos e sensores diferentes, que partilhem o mesmo protocolo;
  • Comunicação bidirecional para configuração remota dos dispositivos e envio de comandos;
  • A entidade pode estabelecer a sua rede de comunicação privada, sem depender de operadoras de telecomunicações;
  • Segurança elevada, com encriptação de todas as mensagens que passam pela rede.

 

Saiba mais